segunda-feira, 1 de março de 2010

PARABÉNS, MEU RIO DE JANEIRO


Hoje, o Rio de Janeiro comemora 455 anos. Eu, que vivi os encantos dessa cidade apelidada, com justiça, de "Cidade Maravilhosa", a parabenizo com o coração cheio de amor. Embora tão longe de suas belezas, jamais esquecerei os felizes 24 anos em que nela vivi, admirando o Cristo Redentor "de braços abertos para a Guanabara", o Pão de Açucar, o Jardim Botânico, a Pedra da Gávea etc., participando do seu dia-a-dia nos bairros em que morei: Tijuca, Flamengo, Ipanema e, por último, Copacabana. Lá, fiz grandes amigos, convivi com cariocas famosos, como Zé Kéti, Nara Leão, Linda Batista, Elton Medeiros, Paulinho da Viola, Sérgio Bittencourt, Ney Nianchi e alguns agregados: Milton Nascimento, Oscarito e outros mais, todos tão queridos. Embora atualmente a violência ali campeie, ameaçando acabar com os seus encantos, nada conseguirá atingir essa que é considerada a cidade mais bonita do Brasil, a mais alegre, a mais brejeira. Eu, particularmente, tenho esperança de ver o Rio ter de volta a tranquilidade-boêmia dos anos 60, quando se andava nas ruas sem medo e se podia tomar um chopinho no "Amarelinho", na Cinelândia, sem sobressaltos. Mas, enquanto isso não acontece, que se curtam todas as maravilhas que o Rio tem a oferece, em toda a sua plenitude. Parabéns, meu Rio de Janeiro!

2 comentários:

Claraluz disse...

Minha Menina...O Rio de Janeiro é lindo por natureza e sua beleza nos encanta e quando canta o Poeta não deixamos de repetir em alto e Bom tom: O Rio de Janeiro continua liiiiinnnnnnndo!!!!

Saudades de você!
Beijos e fique com Deus!

Arlene disse...

Clarisse, minha querida, grata pelo comentário. Eu enalteço o nosso Rio todos os dias e, apesar de tudo, continuo achando-o cada vez mais lindo! Estou com saudades também de você. No momento, ando ocupadíssim aescrevendo o meu novo romance. É uma pungente história de amor, em que o personagem principal tem leucemia e sua amada cuida dele com desvelo. A história se passa em Paris, e eu aproveito para fazer um roteiro turístico da "cidade luz". No fundo, é uma volta minha às suas ruas, aos seus monumentos, à sua história. Estou amando escrevê-lo. Quero ver se o concluo até julho. Bjs. Arlene.