domingo, 21 de março de 2010

E ASSIM SE PASSARAM 30 ANOS




Hoje, 21 de março, é aniversário do meu casamento com Nilo. Trinta longos anos da realização de um sonho; um sonho que amadureceu, venceu intempéries e acumulou alegrias. Por quanto tempo, não sei, mas espero que dure para sempre. Que Deus continue a abençoar nossa união, como a abençoou pelas mãos do saudoso Padre Rubim, naquela manhã friorenta de Ressaquinha, em Minas Gerais. Amém. E eu direi: "Dê-me tua mão e não me importarei com a distância a ser percorrida. Seguiremos juntos até onde existir vida..."

6 comentários:

Anônimo disse...

Minha muito querida amiga/irmã Arlene. Parabens pelos 30 anos de casados! Vocês formam um casal lindo. Um casal que com compreensão e amor respeita e valoriza a maneira de ser do outro permanecendo mais unido na cumplicidade.
Que o Deus da vida lhes abençoe proporcinando muitos momentos juntos de prazer e alegria. Receba meu carinho, admiração e sincera amizade. Beijos. Oriêta.

Arlene disse...

Minha querida amiga e, mais que amiga, irmã, suas palavras me confortam na solidão experimentada por meu coração com a ausência do meu amor. Um dia, Deus olhará por nós e nos juntará no feliz reencontro. E nos devolverá os anos idos. Obrigada pelo seu carinho. Um beijo. Arlene.

Anônimo disse...

Continuo o mesmo.Exijo apenas que você concorde comigo em tudo. Estou cada vez mais inteligente. Lembra~se do coração de pedra? E da mensagem escrita em letras de pedra quando voltaram de Maceió? Somos eternos. Beijos. Nilo Pereira.

Arlene disse...

Adorei seu comentário. sim, meu amo e Senhor Absoluto, concordarei com você em tudo. Que você continua inteligente, não há dívidas. Aliás, como sempre foi. Claro que me lembro do coração de pedra. Lindo! Bem como da mensagem escrita em pedras. Eu mesma criei várias. Somos ETERNOS, sem dúvida. Esta é a grande esperança. Beijos. Arlene.

Claraluz disse...

Que milagre há neste sentimento que se chama Amor?
Será coisa do coração?
Mistérios sem explicação?
Não sei dizer, só sei sentir, e só sente quem ama, quem faz par, quem é companheiro quem é amigo, quem é irmão.
Nilo e Arlene serão sempre muito mais do que isso, um mistério para os olhos e um exemplo para o coração.
Felicidades a esses eternos enamorados.
Um beijo e fique com Deus, o Grande abençoador desta união!

Claraluz

Arlene disse...

Minha boa e querida Claraluz, como é bom ler palavras tão amorosas como as suas. Você é uma das pessoas mais sensíveis que já conheci. Por isso e por todas as suas qualidades, quero-lhe muito bem. Nilo e eu nos emocionamos juntos com suas palavras. Que Deus a conserve essa pessoa tão maravilhosa. Um beijo. Arlene.